As pessoas nunca poderão ver o teu interior
ou os sonhos adornados pela mente
de forma que abarque sete níveis
ou dimensões de cordas ínfimas
com a orquestra regida por talvez.

Quando num ponto a vista é o fim,
ampliada visão mostra começos.

Sinta-se livre da compreensão
e navegue por ideias inexplicadas;
podes até balançar com a verdade
alicerces de auto-negação (alheios).

Bem, é e não é teu problema.
Será se escolher preocupação
e não se confiar no seu instinto.

Somos animais pensantes
cujas garras sobem à superfície quando ferve a vida
e olhando inteiramente para as presas
poderemos transformar o bruto sentimento de perigo
no carinho fruto da entrega e da cooperação.

Este texto compõe a coletânea “Entre Pontas e Portais”
https://medium.com/@andarolhar/entre-pontas-e-portais-c6199f2bfb4b

…passagens e meios… veja mais em https://medium.com/ormando

…passagens e meios… veja mais em https://medium.com/ormando