Nós somos filhos e filhas do sol e da lua
Das matas e dos rios
Dos mares e montanhas

Tudo que está grudado
Neste ponto gravitacional
Que gira
Atravessando espaço e som
Em dança e tom universal

Explodimos a individualidade
Devir mundo, viver natureza
Somos selvagens
Naturalmente ligados ao pulsar da energia

Intensidade viva!
Desterritorializar, tornar o espaço livre
Rizomática, nomadologia
Os tambores e flautas de ossos abrem portais de sabedoria

Image for post
Image for post

“O indivíduo não é um ser à parte da totalidade, nem está fragmentado entre seu corpo e sua consciência. O indivíduo é parte da totalidade e seu corpo interage na realidade. Desconhecer isto é justificar a alienação. Sentir o vento, por exemplo, que cruza os poros quando nos detemos sob a noite olhando as estrelas é prova suficiente de que a totalidade existe. Crer o contrário é estar tristemente alienado.” Jesús Sepúlveda em O Jardim das Peculiaridades

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store